Tags

, ,


Sobre a Obra:

Sentimo-nos muitas vezes aquém do que esperam de nós. Vivemos na companhia de um juiz interior implacável, picuinhas, que não nos perdoa nada: não somos bons, inteligentes, elegantes ou ricos o suficiente. Procuramos compensar essa falta numa procura incessante de mais coisas, mais dinheiro, mais qualificações, mais horas de ginásio. É um círculo vicioso, a que Tara Brach chama o transe do desmerecimento. Ou seja, vivemos na ilusão de que fazemos (quase) tudo mal.

Tara Brach sabe-o por experiência própria. Durante a universidade, o seu sentimento de desadequação era de tal modo profundo que a levou a refugiar-se num ashram (comunidade espiritual), onde passou uma década a praticar e ensinar ioga. Só anos mais tarde, depois de concluído um doutoramento em Psicologia Clínica e um curso budista, é que se sentiu em paz consigo própria.

Em Aceitação Radical, a mestre budista partilha o que de mais importante aprendeu na sua caminhada. A partir de uma síntese de psicologia ocidental e sabedoria oriental, apresenta um método essencialmente prático, cujo objetivo é ajudar o leitor a aceitar-se exatamente como é – e essa aceitação, como veremos, é a única e verdadeira liberdade de que podemos gozar.

Sobre o Autor:

A Dra. Tara Brach é hoje uma das mais conhecidas professoras de meditação Vipassana no Ocidente. Depois de se formar em Psicologia, viveu dez anos num ashram — uma comunidade espiritual — onde praticou e ensinou ioga e meditação. Foi, porém, mais tarde, num retiro budista, que descobriu a sua “casa”. Regressou à universidade, concluiu o doutoramento em Psicologia Clínica na Universidade da Califórnia (Santa Bárbara) e um curso de budismo de cinco anos no Spirit Rock Meditation Center, onde se tornou professora. Em 1998, a autora fundou a Insight Meditation Community of Washington, DC (IMCW), que é atualmente um dos mais dinâmicos centros de meditação dos Estados Unidos. A autora dá aulas e conduz retiros e workshops em vários pontos dos EUA e da Europa. O seu podcast tem mais de 1.5 milhões de downloads por mês.