Tags

, ,


Sobre a Obra:

Um homem misterioso e entendido em estudos pessoanos atrai um professor para a sua investigação e leva-o para a aldeia do Freixo, onde investigam a relação de Pessoa com Aleister Crowley, das primeiras correspondências até ao falso suicídio na Boca do Inferno. Sem se aperceber, e através de experiências esotéricas e descobertas perturbadoras, o professor vai sendo moldado física e espiritualmente para encarnar Vicente Guedes, o heterónimo a quem inicialmente foi atribuído O Livro do Desassossego, e continuar a obra do poeta, rumo ao Nobel.
Este texto foi publicado pela primeira vez no Diário de Notícias durante a pandemia de 2020, reatando a tradição do folhetim, aquando dos 150 anos da publicação no mesmo jornal d’ O Mistério da Estrada de Sintra, de Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão. Seguindo essa tradição, a Guerra e Paz tem o prazer de acolher esse folhetim e dar-lhe a forma de romance que ele merece.

Sobre o Autor:

João Céu e Silva nasceu em Alpiarça, em 1959, licenciou-se em História durante os anos em que viveu no Rio de Janeiro e é, desde 1989, jornalista do Diário de Notícias. Fátima – A profecia que assusta o Vaticano é a sua terceira investigação histórica, após 1961 – O ano que mudou Portugal e 1975 – O ano do furacão revolucionário, que se seguiram à série de investigação literária Uma Longa Viagem com os escritores José Saramago, António Lobo Antunes, Álvaro Cunhal, Manuel Alegre e Miguel Torga. Em 2013 recebeu o Prémio Literário Alves Redol pelo romance A Sereia Muçulmana, entre outras obras de ficção que já publicou.