Tags

, ,


Sobre a Obra:

Não Digam Que Não Temos Nada narra uma história sobre idealismo revolucionário, música e silêncio, na qual três músicos — o tímido e brilhante compositor Sparrow, o violinista prodígio Zhuli e o enigmático pianista Kai — lutam durante a Revolução Cultural Chinesa de forma a manterem-se leais entre eles e em relação à música a que dedicaram a vida.
Forçados a reimaginar os seus “eus” artísticos e privados, os seus destinos ecoam pelos anos, com graves e duradouras consequências para as jovens Ai-ming e Marie.
Escrito com com intimidade, talento e complexidade moral, Não Digam Que Não Temos Nada narra uma história sobre um dos regimes políticos mais importantes do século XX, assim como as suas consequências, que ainda se sentirão nas novas gerações. É uma emocionante evocação dos poderes das revoluções, e uma meditação inesquecível sobre o que é hoje a China.

Sobre o Autor:

O primeiro livro de ficção de Madeleine Thien, Simple Recipes, publicado quando ela tinha vinte e seis anos, ganhou quatro prémios no Canadá, foi finalista de um Prémio Regional de Escritores da Commonwealth para Melhor Primeiro Livro, sendo classificado como um livro notável pelo Kiriyama Pacifi Rim Book Prize. Vidas Interrompidas é a sua estreia no romance. Natural de Vancouver, Madeleine Thien vive actualmente na cidade de Quebec com o marido, Willem.