Tags

, ,


Sobre a Obra:

Geralmente considerada uma das melhores obras de Tanizaki, é a história das ramificações de um casamento em crise. Kaname procura um escape da sua vazia existência doméstica nos braços de uma bela euroasiática, e fecha os olhos à possibilidade da sua mulher arranjar um amante.
O seu sogro é um burguês da velha escola, civilizado, refinado, treinado nas elegantes ambiguidades de uma tradição antiga. Instintivamente, o velho senhor adivinha que o casamento da sua filha falhou porque o jovem casal se desligou das tradicionais raízes japonesas da realização estética e emocional, e tenta reparar os estragos conduzindo-os de volta às artes clássicas do país.
Por baixo da calma, embora sombria, superfície da narrativa, desenrola-se um violento e absorvente conflito entre a indecisão do marido e a posição tortuosa e manipuladora do velho senhor.

Sobre o Autor:

Junichiro Tanizaki , um dos mais importantes escritores japoneses de sempre, nasceu em 1886, em Tóquio, onde a sua família era proprietária de uma tipografia.
Estudou literatura japonesa na Universidade Imperial de Tóquio. Recebeu o Imperial Award for Cultural Merit, em 1949. Em 1964, foi eleito Membro Honorário da American Academy e do National Institut of Arts and Letters, sendo o primeiro escritor japonês a receber essa honra. Tanizaki morreu em 1965.

“Junichiro Tanizaki, escritor maior do século XX japonês…” – António Mega Ferreira

“Uma obra de arte.” – The Nation

“Um dos maiores novelistas japoneses deste século.” – Edmund White