Tags

, ,


Sobre a Obra:

Duas rainhas, dois destinos interligados. Duas mulheres que mudaram o curso da História.

ASSASSINA. ADÚLTERA. HEROÍNA. RAINHA.

Rainha desde os doze dias e vivendo na corte francesa desde os cinco anos, Maria Stuart tinha dezasseis quando se tornou rainha de França, dezassete quando ficou viúva; e dezoito quando voltou à Escócia para desempenhar o seu papel de rainha numa terra conturbada. Fugindo às ideias preconcebidas sobre esta personagem, o autor através de um estudo minucioso retrata uma rainha astuta e consciente, que regressa à sua Escócia natal para reclamar o trono, sob o domínio da prima Isabel I de Inglaterra.
Maria, Rainha dos Escoceses, que nos é dada a conhecer ultrapassa a imagem de uma de mulher guerreira, perseguindo os inimigos com um elmo e espada em riste, mas de alguém que possuía uma grande habilidade política, num mundo essencialmente masculino.
Aos vinte e cinco anos ficou prisioneira de Isabel. A vida de Maria Stuart é um drama e um conflito inigualáveis.
Duas rainhas que mudaram o curso da História para sempre.
Uma dramática reinterpretação da vida de Maria, rainha dos escoceses, por um dos maiores historiadores contemporâneos.

Sobre o Autor:

John Guy é australiano mas vive em Inglaterra há vários anos. É doutorado em História e dá aulas em Cambridge.

 

«Uma biografia que é tão emocionante como uma história de detectives, rica em pormenores s e assertiva na análise.» – Miranda Seymour, Sunday Times