Tags

, ,


Sobre a Obra:

Em 1933, durante um período de seis semanas dramáticas, um homem correu contra o tempo para expor os nazis como assassinos na véspera do Holocausto. Esta é a história espantosa de As Primeiras Vítimas de Hitler.
No dia 13 de Abril de 1933, às nove da manhã, o procurador-adjunto Josef Hartinger recebeu um telefonema solicitando a sua presença no recém-inaugurado Campo de Concentração de Dachau, onde quatro presos tinham sido alvejados a tiro. Os guardas SS falaram em tentativa de fuga mas o que Hartinger encontrou – uma jaula de arame farpado no meio de um deserto industrial, cadáveres atirados sem cerimónia para um paiol, ferimentos de bala a curta distância nas cabeças dos quatro judeus – convenceu-o de que algo estava terrivelmente errado.
Hitler fora nomeado chanceler apenas seis semanas antes mas os nazis não tardariam a controlar todo o sistema judicial. As Primeiras Vítimas de Hitler é a história dos esforços heroicos de Hartinger para denunciar a natureza criminosa do regime nazi antes de ser tarde de mais. É a história de um homem disposto a sacrificar tudo na demanda da justiça quando as portas da justiça começavam a fechar-se.

Sobre o Autor:

Timothy W. Ryback é o autor do livro A Biblioteca Privada de Hitler, nomeado para a lista Best Nonfiction pela secção Washington Post Book World em 2008, e também de The Last Survivor: Legacies of Dachau, que foi distinguido como New York Times Notable Book. Colaborou com as publicações The Atlantic Monthly, The New Yorker, The Wall Street Journal e The New York Times. Vive e trabalha em Paris.