Tags

, ,


Baseado no livro “Denial: Holocaust history on trial”, o filme dá-nos conta da batalha judicial que Deborah E. Lipstadt travou em tribunal contra David Irving, em defesa da verdade histórica.

A norte-americana Deborah E. Lipstadt é uma historiadora respeitada que se especializou no tema Holocausto. Na obra “Denying the Holocaust” (1993), critica veementemente David Irving, um teórico inglês que afirma que o genocídio dos judeus durante a Segunda Grande Guerra é uma farsa inventada pelos próprios. Sentindo-se prejudicado pelo que foi publicado, Irving decide processar Deborah por difamação. O problema é que, dentro do sistema judicial britânico, nestes casos é o próprio réu quem tem de provar a sua inocência e a falsidade das acusações, não o contrário. Com uma equipa de advogados contratados por si, Deborah vê-se no meio de uma longa disputa judicial em que, para limpar o seu nome, tem de destruir as bases das teorias negacionistas de Irving, provando aquilo que nunca deveria ter sido necessário: a veracidade de um dos mais terríveis momentos da História da Humanidade…